Notícias de Oeiras no Mural da Vila

Numero
Geral

Diretor do HRDC/ UPA reúne imprensa para esclarecimentos sobre atendimento na UPA 24h de Oeiras

Diretor falou sobre o HRDC e a UPA 24h.

11 de Junho de 2017 às 20h48 Imprimir

Atualizada em 14/06/2017 às 12h12

 A direção do Hospital Regional Deolindo Couto reuniu a imprensa na última quinta-feira,08, para uma entrevista coletiva, onde fez alguns esclarecimentos sobre o funcionamento e os trabalhos realizados no hospital regional e Unidade de Pronto Atendimento - UPA.

Diante do fato de que as instituições de saúde serem sempre pauta de noticias em rádios, sites e redes sociais, como também pelo fato de que grande parte da população ainda não entendeu a forma de atendimento da Unidade de Pronto Atendimento, o diretor Alipio Sady, sentiu a necessidade de esclarecer sobre este funcionamento, visto que a maior parte das pessoas que procuram a UPA deveriam dirigir-se a uma Unidade Básica de Saúde.

O HRDC

O Hospital Regional Deolindo Couto foi criado e 1962 e desde então vem passando por grandes mudanças, visando cada vez mais aperfeiçoar o trabalho oferecido aos pacientes.



Contando com 92 leitos, sendo 10 de UTI, atende as áreas de clínica médica geral, obstetrícia (maternidade) e pediatria. Já o serviço ambulatorial conta com cinco especialidades: Cardiologia, Ortopedia, Oftalmologia, Infectologia, Cirurgião Geral.

"Estamos há três meses na direção do complexo HRDC/ UPA e a cada dia temos trabalhado com uma equipe que tem como objetivo oferecer o melhor atendimento em saúde para Oeiras e as cidades da região", destaca o diretor, enumerando diversas melhorias que foram feitas nesta casa de saúde, que vão desde a qualidade no atendimento, passando por reforma completa nas enfermarias, reativação do sistema de ar-condicionado, reforma dos banheiros. "As portas dos banheiros eram fora das medidas que possibilitassem a acessibilidade. Para se ter uma ideia, por estas portas não passava uma cadeira de rodas, o que dificultava o uso dos banheiros por pessoas com necessidades especiais ou dificuldades de locomoção", frisa o diretor.

Outro grande benefício que aconteceu no HRDC foi o fim das filas para marcação de consultas, em que pacientes tinham que ficar toda a noite na porta do ambulatório para conseguir o agendamento. "Acabamos com as filas para marcação de consultas. Ainda há uma espera, mas acabamos com esta situação ao implantarmos uma nova metodologia de agendamento de consultas que evita que as pessoas tenham que passar a noite para conseguir uma consulta com algum especialista. Neste caso, as pessoas devem dirigir-se ao ambulatório do hospital e ver a disponibilidade de vagas para um posterior agendamento, sendo registrado o número telefônico e o serviço social entra em contato para confirmar a consulta", garante o gestor.

A UTI


Desde o dia 24 de Janeiro deste ano, o hospital Deolindo Couto conta com uma UTI com 10 leitos, que tem sido um avanço dos mais importantes para a saúde de Oeiras e região.



"Hoje contamos com uma unidade de tratamento intensivo que tem proporcionado o tratamento de muitos pacientes em Oeiras, evitando a transferência para outros centros, sendo necessário somente casos de altíssima complexidades que são realizados apenas nos hospitais de referência do estado que são o HUT, Hospital Getúlio Vargas e Hospital da Polícia Militar, em Teresina", afirma Dr. Alípio, ressaltando que a UTI de Oeiras ainda não tem o reconhecimento do Ministério da Saúde, funcionando apenas com recursos da Secretaria estadual de Saúde.

A psicóloga Aline Martins ressaltou que a UTI de Oeiras tem sido uma referência não só para Oeiras e região, mas para cidades que não compõem o território Vale do Canindé. "Temos nesses dias um paciente da cidade de Fronteiras, já na divisa com o estado do Ceará que está em tratamento aqui em Oeiras, como também já tivemos pacientes de outras cidades que não compõem a nossa micro região".

Desde Janeiro, a UTI já teve 90 internações e 31 altas. "A UTI é um marco para Oeiras e o território Vale do Canindé, pois temos aqui um centro de alta complexidade e resolubilidade completamente equipado", diz o diretor.

A UNIDADE DE PRONTO ATENDIMENTO - UPA

A UPA de Oeiras, assim como o Hospital Deolindo Couto, atende Oeiras e mais os 16 municípios que compõem o Território Vale do Canindé, atendendo uma população de 121.120 habitantes.



A Unidade de Pronto Atendimento funciona como um anexo do Hospital Deolindo Couto, e está voltada para atender pacientes em situação de urgência e emergência.

Com uma estrutura que conta com uma sala de triagem, os pacientes que chegam ao local são classificados por cores, de acordo com a gravidade em que se encontram. A este pacientes são cedidas pulseiras nas cores vermelho, laranja, amarelo, verde e azul.

"É importante esclarecer que na UPA os pacientes não são atendidos pela ordem de chegada, mas de acordo com a gravidade do problema. Por exemplo, pacientes que chegam em estado grave, são levados diretamente para a sala vermelha, devido isso representar um risco eminente de morte. E há aqueles que vão a UPA quando deveriam procurar uma Unidade Básica de Saúde, por seu problema não caracterizar risco de morte", ressalta Dr.Alípio Sady.

O tempo de atendimento é determinado de acordo com a classificação das cores:

Vermelho (Apresenta risco iminente de morte) - Atendimento imediato;
Laranja (Risco de morte) - Atendimento em até 15 minutos;
Amarelo (Potencial risco de morte) - Atendimento em até 30 minutos;
Verde (Não tem risco de morte) - Atendimento em até 120 minutos;
Azul (Não caracteriza risco de morte) - Atendimento em até 240 minutos.

"É importante ressaltar que os pacientes que são classificados como verde representam a quase a maioria na UPA de Oeiras. Por mês eles somam 2 208 pacientes, enquanto que os pacientes que são classificados como laranja são de 177 por mês, e os amarelos 2 385. Se esses pacientes que não se enquadram em situações de urgência/ emergência procurassem uma UBS o atendimento na UPA seria bem mais rápido", completa o diretor.

Ainda sobre o atendimento, o gestor assegurou a qualidade dos profissionais e todo o trabalho que é realizado pelos mesmos. Ressaltou ainda que todos os procedimentos são registrados, desde horário que o paciente entra na unidade a todos os procedimentos seguidos no atendimento. "Quando o usuário procura a UPA e diz que que não está acontecendo nada no seu atendimento ou não está sendo medicado, a instituição tem como provar tudo o que aconteceu, pois desde o momento em que a senha é retirada até o momento em que a medicação é feita, tudo é registrado", garante o diretor.


PAGAMENTO DE FUNCIONÁRIOS E FORNECEDORES

Sobre outra situação que comumente toma conta dos veículos de comunicação, o diretor Alípio Sady, foi indagado pelo repórter Claudevândio Macedo sobre os pagamentos dos servidores da UPA e H.R.D. C.

O diretor garantiu que todos os pagamentos estão em dia, assim como todos os fornecedores das duas instituições de saúde.

A COLETIVA

A coletiva de imprensa aconteceu na sala de reuniões da UPA e além do diretor Alípio Sady, contou com a participação de todo o grupo gestor do Hospital Deolindo Couto e Unidade de Pronto Atendimento.



Participaram da coletiva, Lameck Valentim, do Portal Mural da Vila; Claudevândio Macedo (Rádio Cristo Rei) e na ocasião representou Portal Integração; Emanuela Vital, portal Folha de Oeiras e Vicente Edmer, Rádio Primeira Capital. Alípio Sady fez questão de ressaltar que todos os veículos de comunicação foram convidados e agradeceu aos que se fizeram presentes.

Veja mais notícias sobre Geral.

Palavras-chaves: hrdc - upa - saúde
Fonte: Da Redação - Lameck Valentim  |  Edição: Redação Oeiras

Comente através do Facebook
Veja também

Diretor do HRDC/ UPA reúne imprensa para esclarecimentos sobre atendimento na UPA 24h de Oeiras Diretor falou sobre o HRDC e a UPA 24h. 11 de Junho de 2017T06/11/2017T20:48
http://www.muraldavila.com.br/imgs/logomarca-interna2.png Mural da Vila
336 255
Veja Noticias de Sua cidade:
Casa do Frango Frigoleme Lanches e Cia Paraiba Lojas A Credinorte Bio Spazzo Supermercado Alternativo SID Lila Passe a Limpo - Gráfica rápida AcquaBox Honda Direito