Notícias de Oeiras no Mural da Vila

Numero
Política

Governador condena comentário de Danilo Gentili sobre Regina

15 de Maio de 2016 às 18h11 Imprimir

 Uma infeliz declaração do humorista e apresentador Danilo Gentili após a votação do impeachment no Senado, na qual referiu-se à senadora Regina Sousa como ?tia do café?, causou revolta nas redes sociais. Neste domingo, o governador Wellington Dias se manifestou, destacando que ?apenas a sua história [de Regina Sousa] responde todo veneno e preconceito contra ela de quem não há conhece".

O governador Welinton Dias enviou nota à imprensa na manhã deste domingo condenando a declaração do apresentador. No texto, que na sua maioria trata-se de uma propaganda do governo do estado com as melhorias dos últimos anos, ele destaca que conhece a senadora há 35 anos e que ela foi uma das parlamentares que contribuiu bastante para os avanços. ?O Piauí onde a quebradeira de coco, Regina Sousa, pelo seu mérito, honra o Piauí nos representando com dignidade no Senado Federal, como senadora da República. E vota com coragem, com palavras simples como sua vida, transmitindo o sentimento de 63% do povo do Piauí, que em pesquisa do Instituto Amostragem revelou que é contra o que classificam de golpe?, diz.

A declaração do apresentador foi postada no Twitter na última quinta-feira após o pronunciamento da senadora Regina Sousa [PT] na tribuna em que defendeu a permanência da presidenta Dilma no cargo. ?Senadora? Achei que fosse a tia do café?, postou.

A senadora Regina Sousa ficou sabendo do fato muito tempo depois e, orgulhosa da sua história, rebateu em entrevista ao Jornal do Piauí lembrando que já foi pobre e não tem vergonha do passado: ?Já quebrei coco, porque não serviria café?. E ainda disse mais: "Se eu tiver de tomar alguma medida é em defesa da tia do café".

Confira a nota do governador Welington Dias da íntegra:

"Conheço a Senadora Regina Sousa há 35 anos. Filha de uma família lutadora, trabalhadores rurais, quebradeira de coco babaçu. Com muito sacrifício na vida estudou, foi aprovada em concurso para o Banco do Brasil, se tornou professora da educação básica e presidente Sindicato dos Bancários do Piauí.Foi professora de francês pela Universidade Federal do Piauí, por um período. Foi Secretária de Administração do Estado do Piauí e muito contribuiu neste início de século a organizar um dos mais desorganizados Estados Brasileiros. E com sua experiência de vida, muito contribuiu para o Desenvolvimento do Piauí, para elevar "O Estado Mais Pobre do Brasil, " como o Brasil conheceu o Piauí - e muitos ainda pensam que é o mais pobre e já subimos algumas casas - comprovado por um IDH que era de 0,4 neste início de século XXI, e agora em 2015 devemos ter chegado a um IDH de 0,7. Um Estado que em 2015, ano de forte crise, segurou seus empregos com carteira assinada e teve crescimento econômico. Onde 64% da nossa população cresce a renda fruto do trabalho e apenas 26% de transferência de renda. O Piauí das melhores escolas do Brasil na rede pública e privada. O Piauí campeão das medalhas de ouro nas olimpíadas nacionais e internacionais de matemática, física, química, português e redação. O Piauí onde 62% das vagas das universidades são preenchidas por alunos da rede pública. O Piauí das energias renováveis, do Delta do Parnaíba e Barra Grande, do Parque Nacional da Serra da Capivara. O Estado que ainda com renda per capita baixa,desde 2013 a fatia dos 80% de renda mais baixa cresceram em média acima do que cresceu a China, os mais pobres cresceram em média 16% ao ano, a fatia da classe média cresceu 10% ano e a China cresceu média de 9%. E veja que os mais ricos cresceram também no Piauí uma média de 4%. Nosso crescimento foi mais igual. O Piauí com uma das maiores produtividades de mel, de soja, de algodão, maior área de Carnaúba do mundo, grandes reservas de ferro, níquel, opala, segundo maior rebanho de caprino, maior polo de saúde do meio norte do Brasil.

O Piauí que ainda tem muitos desafios pela frente, mas, principalmente, apoiado pelas políticas implementadas pelos Governos Lula e Dilma, cresceu junto com sua gente. O Piauí onde o filho do pedreiro virou engenheiro, onde o garoto da família mais pobre de Guaribas, município mais pobre e piloto do fome zero em 2003, que recebeu o presidente Lula ao lançar o programa de erradicação da pobreza, e este ano conclui o curso de Direito na universidade melhor avaliada do Brasil, em SP. O Piauí onde a quebradeira de coco, Regina Sousa, pelo seu mérito, honra o Piauí nos representando com dignidade no Senado Federal, como senadora da República. E vota com coragem, com palavras simples como sua vida, transmitindo o sentimento de 63% do povo do Piauí, que em pesquisa do Instituto Amostragem revelou que é contra o que classificam de golpe. E em defesa do respeito ao voto de cada um dos 54 milhões de eleitores e eleitoras que votaram na presidenta Dilma e em respeito à Constituição Cidadã de 1988 e defesa da democracia como valor muito caro para o nosso povo.

Consulte a qualquer pessoa no Piauí quem é Regina Sousa? E você vai ouvir: é uma mulher lutadora, uma pessoa honesta, que trabalha e trabalha muito, e tudo que conquistou foi com muito suor, trabalho e lutas. Apenas a sua história responde todo veneno e preconceito contra ela de quem não há conhece. No Piauí a educação nos ensina a valorizar a vitória do próximo, a respeitar o outro e gostamos de ser tratados como cidadãs e cidadãos de um Estado que, como diz nosso hino, em referência à Batalha ou Guerra do Jenipapo (leia para conhecer a verdadeira história da independência do Brasil), "E quando a pátria pedir liberdade (acrescento: e democracia), o primeiro que luta é o Piauí!".

Veja mais notícias sobre Política.

Fonte: Cidade Verde  |  Edição: Redação Oeiras

Comente através do Facebook
Veja também

Comentários (0)

  • Nenhum comentário até o momento. Seja o primeiro.

Veja Noticias de Sua cidade:
Supermercado Alternativo Bio AcquaBox Passe a Limpo - Gráfica rápida Store One Leal Lojas A Credinorte Posto Chico Tarcila SID Casa do Frango Lila Paraiba