Notícias de Oeiras no Mural da Vila

Numero
Cultura

Paulo Gutemberg lança o livro Guilherme Müller e a invenção visual de Teresina

O projeto foi aprovado pela Lei A. Tito Filho e conquistou o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia 2105.

02 de Agosto de 2017 às 22h37 Imprimir

Atualizada em 03/08/2017 às 09h15

 Em seu mais novo livro, Guilherme Müller e a invenção visual de Teresina, o historiador e fotógrafo Paulo Gutemberg trata da construção visual de Teresina através das lentes do fotógrafo Guilherme Müller. No livro constam registros fotográficos produzidos entre 1939 e 1982, período seminal para a criação de uma identidade visual da capital piauiense.

O projeto foi aprovado pela Lei A. Tito Filho e conquistou o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia 2105. O livro será lançado nessa sexta-feira, 4 de agosto, às 19 horas, na Livraria Entrelivros, à Av. Dom Severino, 1045, próximo ao cruzamento com a avenida N. Sra. de Fátima.

Tendo como ponto de partida uma entrevista com Guilherme Muller, realizada em 1986, a pesquisa realizada pelo autor contou com pequeno acervo mantido pela família, seguindo-se depois por uma longa peregri¬nação em coleções fotográficas sob a guarda de insti¬tuições públicas e em acervos de alguns colecionadores e aficionados.

Para Paulo Gutemberg, a publicação deste livro é uma tripla homenagem: a Teresina, à arte fotográfica e ao fotógrafo Guilherme Müller. O autor lembra que, no seu trabalho de documentação fotográfica, ao longo de 4 décadas, Guilherme Müller tinha consciência das limitações como fotografo oficial, mas também levava em conta sua relação afetiva com a cidade.

Quem foi Guilherme Müller

Guilherme Barreiros Müller nasceu em 1913, em Belém/PA e faleceu em Teresina em 1994. É filho de Hugo Müller, engenheiro alemão, e Josefa Barreiros Müller. Egresso do Instituto Lauro Sodré, uma das mais tradicionais e reconhecidas escolas profissionais do Brasil, onde aprendeu o ofício de fotogravador. Em Belém, trabalhou como fotogra¬vador no jornal Folha do Norte.

Em fevereiro de 1939 foi contratado pelo Governo do Piauí para montar uma oficina de clicheria e um laboratório fotográfico na Imprensa Oficial. Desde então adotou Teresina como a sua cidade, onde casou, com Isabel de Deus Nogueira, e construiu uma grande família. Em 1945 abriu o famoso Foto Müller, e pouco tempo depois conquistou reconhecimento profissional na fotografia social local. Aposentou-se em 1983, deixando uma extensa obra fotográfica.

Afirmações do autor

Guilherme Müller foi um grande produtor da imagem nas áreas da fotografia pública e social. Trabalhou por mais de 4 décadas; era muito criativo e antenado com a técnica fotográfica e fotomecânica; foi muito importante para a construção de uma identidade visual de Teresina. Suas imagens circularam em variados suportes gráficos como jornais, relatórios de governo, cartões-postais, álbuns, painéis, folhetos e peças de propaganda governamental, etc.

"Me auto impus essa tarefa de recuperar (parcialmente) a obra fotográfica de Guilherme Müller, que constitui, com certeza, um capítulo da história visual de Teresina. Após penosa mas gratificante pesquisa, sendo inclusive contemplado com Prêmio Marc Ferrez de Fotografia, tenho a sensação do dever cumprido. Espero que o livro desperte outras viagens imagéticas entre artistas visuais e pesquisadores da memória visual piauiense"

CONFIRA AS FOTOS NA GALERIA ABAIXO


Veja mais notícias sobre Cultura.

Palavras-chaves: livro - lançamento
Fonte: Da Redação  |  Edição: Redação Oeiras

Comente através do Facebook
Veja também

Paulo Gutemberg lança o livro Guilherme Müller e a invenção visual de Teresina O projeto foi aprovado pela Lei A. Tito Filho e conquistou o Prêmio Marc Ferrez de Fotografia 2105. 02 de Agosto de 2017T08/02/2017T22:37
http://www.muraldavila.com.br/imgs/logomarca-interna2.png Mural da Vila
336 255
Veja Noticias de Sua cidade:
Leal Supermercado Alternativo Bio Lojas A Credinorte Posto Chico Lila Spazzo Passe a Limpo - Gráfica rápida AcquaBox Eletro Frigoleme Honda Direito Lanches e Cia