Notícias de Oeiras no Mural da Vila

Numero
Política

Governador Wilson Martins nega dívida, e Construtora prova que governo deve R$ 30 milhões

26 de Agosto de 2010 às 08h48 Imprimir

?Esquenta a campanha eleitoral rumo ao Pal?cio de Karnak. O governador e candidato ? reelei??o, Wilson Martins (PSB), denunciou nesta quarta-feira (25) que obras de responsabilidade da construtora 'Sucesso', do Grupo Claudino, est?o paradas no interior do Piau?. Al?m disso, Wils?o confirmou que o Estado est? "no limite" financeiro, mas garantiu o pagamento dos sal?rios dos servidores.

O governador afirmou que sabe da exist?ncia de alguns trechos de estradas que est?o faltando um ou dois quil?metros para serem conclu?dos e as obras foram paradas. A mesma den?ncia foi feita pelo deputado Robert Rios (PCdoB) na tribuna da Assembleia. 'Algumas deixaram um ou dois quil?metros para serem terminadas. Um exemplo ? a Sucesso, que est? fazendo a ponte de Uru?u?. A ponte est? pronta, mas n?o passaram asfalto. H? um caso semelhante em Piracuruca".

E prosseguiu: "Acho que n?o ? procedimento que a gente possa aprovar. Se eu fa?o um asfalto e falta dois quil?metros para concluir, n?o justifica deixar dezenas e milhares de carros carregados de soja pagar um pont?o, perder tempo por n?o ter passado um asfalto. N?o quero crer que seja quest?o pol?tica, mas n?o entendo do ponto de vista profissional porque isso esteja acontecendo', reclamou. Rebatendo as cr?ticas de que as dificuldades financeiras do Estado estejam amea?ando o pagamento do funcionalismo, o governador garantiu que n?o haver? atrasos. O principal motivo do arrocho foi a perda de R$ 81 milh?es oriundos do Fundo de Participa??o do Estado, segundo Wilson. As perdas est?o acumuladas desde junho.

CONSTRUTORA SUCESSO N?O DEIXA POR MENOS

A construtora Sucesso, que tem como propriet?rio seu Jo?o Claudino, pai do candidatoa governador Jo?o Vicente (PTB), advers?rio de Wils?o, n?o deixou por menos e divulgou nota explicativa em resposta as declara?es do governador Wilson Martins. Informa que o governo deve R$ 6,2 milh?es em obras realizadas e n?o pagas. Deve tamb?m cerca de R$ 24,7 milh?es em obras em andamento. O total devido, segundo a empresa, ? de R$ 30,9 milh?es. 'A empresa estranha o posicionamento adotado pelo governador em entrevista concedida a emissora de tev? de Teresina, onde percebe-se o seu desconhecimento de quest?o que ? decorrente das obriga?es contratuais n?o cumpridas por parte do governo do estado', afirma a nota assinada pela diretoria.

A construtora torna p?blica toda a d?vida que o Governo do Estado tem, pela primeira vez, e enfatiza que vem cumprindo todos os contratos firmados com o executivo estadual. 'Nos contratos onde n?o houve pagamento dos valores devidos, foram previamente solicitadas as paralisa?es aos respectivos ?rg?os', acentua. 'A obriga??o do estado ? honrar o compromisso de remunerar a quem cumpriu suas obriga?es. Ningu?m pode exigir, de qualquer contratado, que cumpra contratos sem a devida remunera??o acordada para sua execu??o.'

Entre as obras realizadas, inauguradas e que n?o teriam sido pagas pelo governo, a empresa relaciona estradas Renegera??o/Tanque (R$ 143,3 mil), Joca Marques/Madeiro (R$ 650,9 mil), Boqueir?o do Piau?/Boa Hora (R$1,4 milh?o), Marcol?ndia/ Caldeir?o (R$ 129,6 mil), Landri Sales/Marcos Parente (R$ 1,2 milh?o), Simpl?cio Mendes/ Campinas (R$ 1,3 milh?o) e pista do aeroporto de S?o Raimundo Nonato (R$ 1,2 milh?o).

EMPRESA INFORMA QUAIS AS OBRAS EM ANDAMENTO

Entre as obras em andamento e que tamb?m n?o teriam sido pagas, s?o listadas as seguintes: estradas Marcos Parente/Ribeiro Gon?alves (R$ 2,4 milh?es), Bertol?nia/Uru?u? (R$ 877,2 mil), Simplicio Mendes/Jacobina do Piau? (R$ 2,7 milh?es), Teresina/Palmeirais (R$ 910,8 mil), Piracuruca/Alto Alegre (R$664,3 mil), Floriano/Itaueira/Canto do Buriti (R$ 4,1 milh?es), Marcos Parente/Jerumenha (R$ 2,1 milh?es), Teresina/Jos? de Freitas/Cabeceiras (R$ 4,3 milh?es), Oeiras/Simpl?cio Mendes (R$934,7 mil), Ponte Uru?u?/Benedito Leite (MA) - (R$ 910,8 mil), vias de S?o Raimundo Nonato (R$ 860,4 mil), substitui??o de rede de cimento - amianto e ferro fundido por PVC em Teresina (R$3,7 milh?es).

A empresa afirma que tem compromisso com 3.100 colaboradores, al?m de obriga?es com seus fornecedores. 'Sempre foi marca da construtora Sucesso o respeito aos piauienses', conclui.

Veja mais notícias sobre Política.

Fonte: Com informações do portal 180graus  |  Edição: Redação Oeiras

Comente através do Facebook
Veja também

Governador Wilson Martins nega dívida, e Construtora prova que governo deve R$ 30 milhões 26 de Agosto de 2010T08/26/2010T08:48
https://www.muraldavila.com.br/imgs/logomarca-interna2.png Mural da Vila
336 255
Veja Noticias de Sua cidade:
Supermercado Alternativo Paraiba SID Casa do Frango AcquaBox Passe a Limpo - Gráfica rápida Spazzo Honda Direito Lanches e Cia Bio Lila Lojas A Credinorte